sexta-feira, 1 julho, 2022
em conformidade com o que estabelece a junta comercial do es - jucesspot_img

Luciano Hang irá questionar judicialmente censura em redes sociais

O empresário Luciano Hang diz que tem sido vítima frequente de boicotes em suas publicações no Instagram e no YouTube.

Uma entrevista dada por Luciano ao programa Direto ao Ponto, da Jovem Pan, em 29 de março, foi retirada do ar sem qualquer aviso prévio. A publicação continha mais de 2,5 milhões de visualizações. O empresário moveu ação judicial contra o Google, dono da plataforma, e o juiz Gilberto Gomes de Oliveira Junior, da vara Cível de Brusque (SC), determinou em 27 de maio, a republicação imediata do conteúdo. Na decisão, o magistrado ressaltou que a remoção de conteúdo da internet, quando de forma arbitrária implica em violação do disposto na lei 12.965/14, ressaltando que um dos princípios do uso da internet no Brasil é a garantia da liberdade de expressão, comunicação e manifestação de pensamento. A decisão não foi acatada pelo Google e o vídeo segue fora do ar.

Em 1º de julho, o YouTube notificou a remoção de um vídeo publicado em abril. Tratava-se de um trecho da entrevista do programa Direto ao Ponto. Na mensagem, a plataforma afirmou que poderia banir Luciano Hang e impossibilitar a publicação de conteúdo no seu próprio canal. O empresário então alguns vídeos sobre Tratamento Preventivo e Precoce contra a COVID-19, mas todos continuam nas redes sociais de Luciano.

No Instagram, diversas funcionalidades foram removidas da conta do empresário sem qualquer justificativa. Várias pessoas têm relatado não conseguir marcar a página @lucianohangbr nos comentários, publicações e stories, segundo o empresário. 

Outro problema alegado por Hang é que na busca por sua conta, mesmo digitando o endereço correto, o perfil não aparece para os usuários. 

Luciano afirma que irá acionar judicialmente ambas redes socias e buscará respostas para as medidas avaliadas como censura.

“Temos que ter o direito de falar aquilo que achamos o certo. Queremos mostrar à população os fatos como eles são. É inadmissível que isso aconteça, isso é censura e a liberdade de expressão é um direito dos brasileiros. Precisamos saber o motivo pelo qual a população não pode ler, ver e ouvir o contraditório. Vamos lutar pela nossa liberdade e vamos até o fim. Não vamos admitir sermos censurados desta forma. É um absurdo o que está acontecendo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POSTAGENS RECENTES

EDITORIAS

Relacionadas